próxima página

Ação publicitária da Ubisoft ultrapassou as 5 milhões de visualizações em menos de quatro dias

Controlar a iluminação pública, câmeras de segurança, caixas eletrônicos, entrar em qualquer carro e dobrar uma cidade inteira a seus pés com o uso de um aplicativo, na tela de um celular.

O cenário acontece no game Watch Dogs, cujo protagonista Aiden Pearce é um hacker tão talentoso que consegue acessar e controlar a cidade de Chicago através do seu smartphone.

Para promover o lançamento do jogo, a empresa criadora Ubisoft armou uma pegadinha com consumidores, fingindo dar a eles a capacidade de também hackear o ambiente.

Tudo começa com pessoas atraídas para uma lojinha de reparo para celulares. Ao buscar ajuda, os donos dos aparelhos eram recebidos por um vendedor de sotaque indiano típico, bem caricato. Ele logo revelava ter incluído no serviço um app com funções especiais, que regula funções do entorno, e até mesmo da rua.

Usando câmeras escondidas e um grande número de atores, as vítimas são levadas a pensar que geraram o caos no local, atraindo até a polícia. No final, a mentira é revelada.

Assista ao vídeo (com legendas em português):

[youtube]http://youtu.be/30rt8-GRztk[/youtube]

É mais uma marca a apostar no formato das pegadinhas publicitárias, que explodiu no ano de 2013, garantindo a desejada viralização para algumas ações de marketing. Parece ter dado certo: o vídeo da Ubisoft, publicado na última sexta-feira, já se aproxima dos 6 milhões de visualizações. A criação é da BETC, de Paris.

O game Watch Dogs chega no 27 de maio para PlayStation 4, Xbox One, PlayStation 3, Xbox 360 e PC, com uma versão para Wii U planejada para o final do ano.

Making-of:

[youtube]http://youtu.be/iW99F_4MvD0[/youtube]

whatch_dogs_comicozinho_5

whatch_dogs_comicozinho_1

whatch_dogs_comicozinho_2

whatch_dogs_comicozinho_0

whatch_dogs_comicozinho_4

whatch_dogs_comicozinho_6

whatch_dogs_comicozinho_7

Fonte: Exame

Os fãs de Point Blank, FPS Online publicado pela Ongame no Brasil, estão próximos de saber qual será o clã que irá representar o país na final do Campeonato Internacional de Point Blank (PBIC). Esse ano a disputa mundial será realizada em Bangkok, Tailândia sendo que o clã brasileiro terá a responsabilidade de enfrentar as seleções de outros 10 países.

A final da seletiva será disputada entre os clãs 2 Kill e Action Team, que desbancaram as mais de 800 equipes inscritas nessa disputa. Além de receber prêmios em dinheiro, o time vitorioso irá viajar com todas as despesas pagas para a grande disputa internacional que determinará qual país tem o melhor time de Point Blank do mundo e o clã vencedor ainda levará US$ 50 mil de prêmio.

MgU6K7Y

Visitantes e participantes terão a oportunidade de assistir ao vivo o desempenho dos finalistas e participar de eventos, desafios, promoções e distribuição de prêmios. A grande escolha da equipe que representará o Brasil será realizada no dia 17 de agosto, sábado a partir das 9h, no São Paulo Center, em São Paulo.

Os interessados na aquisição de Ongame cash, moeda virtual para compra de itens no jogo, poderão comprar PIN Codes no dia do evento e ganhar, no ato da compra, brindes exclusivos como mochilas, mouse pads, canecas, entre outros, apenas para compras em dinheiro.

Além disso, diversos convidados estarão presentes no dia para interagir com o publico, como os irmãos Piologo do site Mundo Canibal, Muca Muriçoca, Ellen Simili, Truta Vegeta, Carolzinha SG, DS Vrog, Joga Samuca e os GMs de Point Blank.

Para quem ainda não garantiu seu ingresso para a seletiva ainda dá tempo, quem é fã de FPS não pode perder os melhores jogadores em ação.

 

Data: 17 de agosto

Horário: das 9 às 21h

Local: São Paulo Center

Endereço: Av. Lineu de Paula Machado, 1088/1100

Ingresso: Dará direito a kit com brindes – pelo website http://pb.ongame.com.br/pbic2013

Tá estressado? O dia não acaba? Tem horas que o negócio é esvaziar a cabeça. Por isso preparamos uma lista de 4 games rapidinhos para você incluir no tempo da pausa do café e relaxar um pouco. Confira:

4 segundos de fúria

Você é rápido? Pois para jogar este game serão necessário apenas 4 segundos em cada fase. Resolvendo ou não o problema, esse é o tempo disponível que você tem para superar cada desafio. Ao final, uma pontuação é somada para cada tela que tenha sido resolvida corretamente.

jogo-4-segundos

Fuga da prisão

Alguns segundos é o que você tem para fugir da cadeia. 20, 30 segundos, depende do lugar do presidio que você estiver. Fique de olho nos raios infra-vermelhos que podem identificar e impedir o sucesso das espetaculares fugas que você precisa realizar. Preparado?

fuga-da-prisao

Reduzindo o estresse

Depois de resolver problemas em 4 segundos (assim como seu chefe pede sempre) e sair da cadeia (é assim que você se sente toda sexta?!), relaxe completamente. Escolha um jogo de redução de stress e faça o que sempre teve vontade: estourar o sofá inteiro, quebrar um carro na porrada ou fazer algumas coisas com o seu chefe (que é melhor nem comentar, só jogando mesmo!)

jogo-destruindo-o-carro

Pinball Football

Esperando chegar a hora de ir pra casa e ver o futebol? Já leu todas as novidades do seu time e fez todas as piadas com os times dos amigos? Então bora jogar um pinball ae! A diferença desse jogo não é só o desenho, mas também a jogabilidade: você tem jogadores (barrinhas para jogar) em toda tela, como se controlasse mesmo um time.

jogo-pinball-futebol

Hoje resolvi postar algo sobre games. Mas não queria postar algo qualquer… pensei e pensei e lembrei de um jogo fodástico! Não é lançamento, mas também não é velho. O que ele realmente é você confere abaixo.

Diablo 3: Uma das mais famosas franquias de jogos para computadores, o novo título era esperado por muitos fãs da Blizzard Entertainment, sua desenvolvedora. Para se ter uma ideia da dimensão do sucesso da franquia, isso engloba alguns que ainda jogavam Diablo II — lançado em 2000.

Diablo 3

O novo jogo se passa em um cenário fictício medieval, 20 anos após os acontecimentos do segundo título, na reconstruída cidade de Tristam. A paz reinava na agora próspera cidade mercante, mas como previsto pelo velho sábio Deckard Cain, um meteoro atinge o Monastério de Tristam, acordando os mortos e despertando novamente o terror na cidade. Cabe então ao jogador restabelecer a ordem, controlando uma das cinco classes disponíveis no jogo: bárbaro, feiticeiro, arcanista, monge ou caçador de demônios.

Conforme você expurga os mortos-vivos de Tristam, mata demônios e salva seus amigos, seu personagem evolui. Inúmeras habilidades são desbloqueadas enquanto você degusta uma profunda história, característica marcante da série. Outra característica presente em todos os jogos da franquia é a quantidade imensa de ação, misturada com muito sangue. A evolução gráfica alcançada durante esses 12 anos em desenvolvimento foi enorme — então agora magias, ataques, habilidades e animações estão muito mais bonitas.

As possibilidades de customização dos personagens são praticamente infinitas. Apesar de não poder editar o cabelo, feições e corpo do personagem, a quantidade de equipamentos e habilidades disponíveis para cada classe tornam cada jogador único.

A Blizzard também prometeu que, uma vez que você começar novamente a história, os monstros e eventos não serão totalmente iguais. Esta é uma característica interessante, que traz um valor maior ainda para o jogo. Outra possibilidade interessante é a de completar missões junto a até seis de seus amigos, dividindo itens, armas e experiência. Uma arena para batalhas entre jogadores também estará disponível, mas ainda não tem data de lançamento.

A nova Casa de Leilões possibilita transações de itens conseguidos no jogo por Gold, a moeda do jogo, ou por dinheiro real. Através do PayPal, jogadores poderão comprar e vender seus itens para a Casa de Leilões da sua região. Estas serão divididas entre três regiões: América, Ásia e Europa; mas só será disponibilizada no futuro, sem previsão de data.

Embalados pela ansiedade da estréia, milhares tentaram jogar ao mesmo tempo — causando um enorme stress nos servidores da Blizzard. Como o jogo exige conexão permanente com os servidores, mesmo para o modo de um jogador, muitos não puderam jogá-lo durante toda a madrugada. Erros e mais erros apareciam para aqueles que tentavam se conectar, aumentando ainda mais a espera. Felizmente, muitos jogadores relataram que o acesso ao jogo já está normal.

[youtube]http://youtu.be/XyPfKkxp7Ok[/youtube]

Acumulando mais de 2 milhões de cópias vendidas previamente, Diablo III é com certeza um dos maiores lançamentos do ano. E ele chega aqui no Brasil por R$100 e totalmente em português — assim como StarCraft II, desenvolvido também pela Blizzard. Infelizmente, a versão tupiniquim está restrita ao Windows, deixando aos usuários brasileiros do OS X somente a versão em inglês.

Apesar desta restrição, nosso leitor Ronnie Pedra descobriu uma maneira de habilitar nosso idioma no Mac. Como eu ainda não tive acesso ao jogo, não pude testar se este método funciona, mas você pode tentar seguindo estes passos:

  • Vá em Aplicativos » Diablo 3, clique com o botão direito do mouse sobre o ícone e selecione “Mostrar conteúdo do pacote”;
  • Acesse Contents » Resources;
  • Copie as pastas en.lproj e pt-BR.lproj para a Mesa (Desktop), como forma de segurança;
  • Mude o nome da pasta pt-BR.lproj original para en.lproj e abra a jogo;
  • A partir deste momento, Diablo III deverá começar a baixar os arquivos em português.

Para jogar Diablo III no seu Mac, você vai precisar do OS X 10.6.8 ou superior, processador Intel Core 2 Duo, placa de vídeo NVIDIA GeForce 8600M GT ou ATI Radeon HD 2600 (ou superiores), 2GB de RAM, 12GB de armazenamento em disco disponível e conexão com rede banda larga constante. Isso significa que, tendo conexão com internet, quase todos os Macs que rodam o Lion rodarão Diablo III, nem que seja nas configurações mínimas. Se você tiver dúvidas de quais as placas de vídeo que o jogo suporta, acesse este link.

Existem três opções para quem quiser comprar Diablo III: versão digital, por meio de download, que custa apenas R$100 na Battle.net; versão física, que estará disponível no Brasil apenas no dia 7 de junho, e que também custará apenas R$100 nas lojas; e a versão de colecionador, que custa R$350 na Saraiva, mas com estoque limitado e somente para Windows.

Você também perderá, assim como eu, algumas madrugadas de sono para ganhar níveis e mais níveis enquanto manda para longe esqueletos e bichos horrendos no Diablo III? Responda nos comentários! 😉

Fonte: MacMagazine


Este site é um blog de humor e entretimento, muita coisa aqui é piada e não deve ser levado a sério! Caso você tenha se ofendido com alguma coisa no blog, utilize o botão ‘X’ no canto superior direito do seu navegador. Todos os comentários e opiniões de terceiros não expressam necessariamente a opinião dos editores do blog.

Divulgue

  • Leitores do Comicozinho

  • PageRank